Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

| November 19, 2019

Scroll to top

Top

No Comments

Bicicleta-helicóptero levanta voo e realiza façanha considerada impossível

Webbikers
Helicóptero movido a propulsão humana voou sobre um campo de futebol em Ontário (Canadá) durante 64 segundos


por Alexandre Rodrigues (Revista Galileu)

Editora Globo

MÁQUINA VOADORA: O Atlas conseguiu ficar no ar por 64 segundos, a 3,3 metros do chão, e venceu os US$250 mil do prêmio Igor Sikorski

No dia 13 de junho, Todd Reichert, 31 anos, engenheiro de aviação canadense, entrou para a história pedalando no ar. Montado em uma bicicleta presa a cabos e rotores, fez o Atlas levantar do chão. O helicóptero movido a propulsão humana voou sobre um campo de futebol em Ontário (Canadá) durante 64 segundos. Ficou a 3,3 metros do chão e venceu os US$ 250 mil do prêmio Igor Sikorsky para Helicóptero com Propulsão Humana.
Criado em 1980, o prêmio surgiu depois que o americano Paul MacCready (1925-2007) realizou num planador o primeiro voo com propulsão humana, em 1977. Seria possível fazer o mesmo com um helicóptero? “Vários estudos ‘provavam’ que era cientificamente impossível um ser humano gerar energia suficiente para manter um helicóptero de propulsão humana no ar por 60 segundos, e muito menos chegar a três metros”, disse Mike Hirschberg, da AHS (Sociedade Americana do Helicóptero, organizadora do prêmio). “Bem, demorou um terço de século para provar que os céticos estavam errados.”
Quadrado e feito de materiais leves e resistentes, como fibra de carbono e kevlar, o Atlas é o segundo maior helicóptero já construído (o primeiro foi o soviético Mwi-12, de 67 metros, nos anos 60). Sai do chão graças a quatro rotores e hélices.
No centro fica a bicicleta, fonte da energia. Reichert, o cientista-piloto, precisou da ajuda de um personaltrainer para ganhar força e resistência, erguer o aparelho e mantê-lo no ar. O projeto recebeu doações no site Kickstarter e investimento da Universidade de Toronto e de empresas para conquistar o prêmio e o céu.

Editora Globo

 

Submit a Comment

*