Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

| September 23, 2019

Scroll to top

Top

No Comments

SP integra Bilhete Único do transporte à rede Bike Sampa

Webbikers

A Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo – por intermédio da SPTrans – inicia na próxima segunda-feira o projeto-piloto de integração do Bilhete Único com o Bike Sampa, sistema de aluguel de bicicletas em parceria com o Itaú Unibanco e a Samba/Serttel. Com a novidade, os cadastrados no serviço poderão utilizar seu cartão do transporte público para o empréstimo das bicicletas.

O projeto inaugural contempla a implantação de leitores dos cartões de transporte da SPTrans em três estações estratégicas: Parque Trianon, Shopping Eldorado e Shopping Santa Cruz. Assim, o compartilhamento de bicicletas as integra como um meio de transporte na capital paulista. A estação Parque Trianon interliga a bicicleta com corredor de ônibus e metrô; a estação Shopping Eldorado conecta a bicicleta com o trem e ônibus; e a Estação Shopping Santa Cruz vincula a bicicleta com o metrô e ônibus.

Cadastramento

Para a primeira etapa da integração, 100 usuários, identificados a partir de levantamento de utilização no banco de dados do Bike Sampa, poderão liberar as bicicletas através do Bilhete Único. No entanto, a utilização não ficará restrita. Quem quiser emprestar uma bicicleta deve atualizar seu cadastro junto ao projeto, incluindo o número do seu bilhete.

As regras para quem liberar as bicicletas com o Bilhete Único serão as que já valem atualmente no Bike Sampa. O veículo pode ser usado por 30 minutos e poderá ser devolvido em qualquer estação do projeto, ainda que esta não possua um validador do cartão.

Durante quatro semanas, serão monitoradas a estação de retirada, data e hora do empréstimo, estação, data e hora da devolução da bicicleta. Esse monitoramento tem como objetivo avaliar os dados estatísticos de utilização. Mais informações com a SPTrans.

300 estações

O Bike Sampa foi inaugurado em 24 de maio de 2012 e contabiliza 220 mil viagens realizadas e mais de 140 mil cadastros. Cem estações e mil bicicletas estão à disposição dos usuários do projeto nos bairros Vila Mariana, Paraíso, Jardim Paulista, Jardim América, Itaim Bibi, Vila Olímpia, Vila Nova Conceição, Jardim Paulistano, Jardim Europa, Chácara Itaim, Campo Belo, Vila Clementino, Cidades Monções, Moema, Jardim Lusitânia, Brooklin Novo, Via Funchal e Jardim Edith.

A partir de junho, mais 100 estações começam a ser instaladas na cidade, todas com leitor do Bilhete Único, contemplando os bairros Bela Vista, Consolação, Sé, República, Santa Cecília, Higienópolis, Pinheiros, Vila Madalena, Bom Retiro, Luz, Brás e Mooca. Ao todo, mais mil bikes serão disponibilizadas, totalizando 2 mil em 200 estações até o final deste ano. Até 2014, o Bike Sampa disponibilizará 3 mil bicicletas num total de 300 estações.

Perfil dos usuários e das viagens

- 70% das viagens semanais são realizadas nos dias úteis

- Curta duração: 70% das viagens duram até 15 minutos

- 85% dos usuários utilizam o sistema até cinco vezes por semana

- 60 % do compartilhamento/uso da bicicleta por dia ocorre nos horários de pico, entre 7h e 10h e 17h e 20h

- A maior parte dos compartilhamentos de bicicletas são feitas em pontos próximos a estações de metrô, deixando clara a intermodalidade

- 45% dos ciclistas do Bike Sampa são usuários do transporte coletivo da cidade de São Paulo

Por: Jornal do Brasil

Submit a Comment

*