Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

| March 29, 2017

Scroll to top

Top

One Comment

A primeira estrada com ciclovia de SP

Pista exclusiva para bicicletas vai ocupar uma faixa lateral da rodovia SP-79, entre Itu e Sorocaba

José Maria Tomazela – Agência Estado

SOROCABA – A Secretaria Estadual do Meio Ambiente emitiu licença prévia para a duplicação da SP-79, entre Itu e Sorocaba, conhecida como Estrada Velha de Itu. É a primeira rodovia paulista a ter incluída no projeto uma ciclovia. A pista exclusiva para bicicletas vai ocupar uma faixa lateral da rodovia. A extensão total da estrada é de 39 quilômetros, mas 15 km já estão duplicados no município de Sorocaba – da área urbana até o bairro do Éden. Nesse trecho, a prefeitura fará a ciclovia.

De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o projeto executivo prevê a duplicação do km 47,5 ao 70,8, com a construção de ciclovia a partir do km 48,1 até o final. Também serão construídos dois viadutos, além de pontes e dispositivos de retorno. A obra está orçada em R$ 119 milhões e a previsão é de que seja licitada em abril. O prazo de conclusão é de 18 meses.

A ciclovia vai cortar os distritos industriais das duas cidades e a expectativa é de que estimule o uso de bicicletas pelos trabalhadores, desafogando o trânsito. Sorocaba tem uma rede cicloviária de 76 km que já interliga as principais regiões da cidade. Em Itu, a estrada com ciclovia passa também por bairros populosos na região de Pirapitingui. A prefeitura da cidade também deu início a um plano cicloviário, interligando-se com a vizinha Salto. Com a conclusão do projeto, as ciclovias interligadas vão somar cerca de 150 km nas três cidades.

Ciclovia em Sorocaba

Comments

  1. Renata Camargo

    Li essa noticia enquanto procurava uma informação no Google e nao pude deixar de comentar.
    Tanto se falou na tal rodovia com ciclovia, mas quem passar pelos trechos das avenidas Paraná e Independencia se dará conta que tudo não passou de propaganda politica dos governos municipal e estadual, a avenida está completamente abandonada, a obra foi começada e há 2 anos está do mesmo jeito e o que é pior, por conta dos retornos incabados e trechos sem asfalto encontramos uma concentracao de buracos e motoristas fazendo manobras proibidas.
    Outro problema observado é a ausencia de iluminação, como se já não bastassem os buracos, a noite eles ficam muito mais perigosos.

    Basta passar pelo trecho a noite e em dias de chuva para ter certeza que Deus realmente existe e que só por ele mesmo nenhum acidente mais grave aconteceu.

    Quanto a ciclovia, ah, se tivessemos a avenida já estariamos bem contentes e sinceramente, acredito que nesse governo nao teremos nem uma nem outra.

    abs

    Renata Camargo.

Submit a Comment

*