Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

| March 29, 2017

Scroll to top

Top

86 Comments

Postura lamentável da apresentadora do GNT Monica Waldvogel sobre a bicicleta

| On 10, fev 2012

Lamentável a postura da apresentadora  Monica Waldvogel do Saia Justa na GNT sobre Mobilidade Urbana. A falta de respeito e noção de mundo que a apresentadora conduziu o assunto é chocante. Vale a pena registrar uma reclamação junto a produção do Canal GNT

Só para atualizar o post 10/02 às 17:50:

O vídeo acima foi postado no twitter em outubro de 2011 e na época também gerou polêmica, mas durante estes dias o material voltou a ser disseminado pelas redes sociais gerando um buzz ainda maior e deixando todos estarrecidos com a opinião debochada da apresentadora sobre a bicicleta.

O ciclista Maximilian Frederick Leisner, do Blog do Max – Kona Bikes escreveu uma carta aberta a jornalista. A carta é uma crítica à fala da jornalista que, como qualquer formador de opinião, precisa ter cuidado redobrado com o que diz na tv, rádio ou qualquer outro meio de comunicação>

Por - Maximilian Frederick Leisner

Carta Aberta à Sra. Mônica Waldvogel
Prezada Sra. Waldvogel,

A semana que passou foi particularmente pesada para as pessoas que, como aquele amigo ao qual a senhora se refere no vídeo que tive a infelicidade de assistir hoje pela manhã, consideram a bicicleta como um meio de transporte, de vida saudável e de desenvolvimento urbano sustentável. Dois desses risíveis sonhadores – um com 21 e outro com 41 anos – foram atropelados e mortos em menos de 24 horas. O primeiro vítima de um motorista embriagado, e o segundo supostamente de um caminhoneiro que dormiu ao volante.

Em ambos os casos, podemos argumentar que as mortes foram acidentais, já que ninguém, por mais embriagado ou sonolento que esteja, desejaria matar uma pessoa. Logicamente que isso não exime a responsabilidade dos motoristas, e muito menos traz de volta à vida os ciclistas mortos. Mas fica, lá no fundo, aquela sensação de que se os condutores estivessem em pleno domínio de suas faculdades mentais, tudo poderia ter sido evitado.

Entra em cena – literalmente – o vídeo mencionado acima. Depois de assistí-lo várias vezes – primeiro para ter certeza de que aquilo que eu pensei ter ouvido realmente foi dito, e depois para ter certeza de que não foi desdito – minha primeira reação foi torcer para que o que vi tenha sido uma infelicidade de edição, daquelas em que só nos é mostrado o conteúdo podre, visando confundir a percepção do ouvinte ou prejudicar a imagem do interlocutor. Se esse for o caso, minha retratação virá prontamente – assim que o conteúdo integral for apresentado.

Se não for, então me vejo obrigado a estender um pouco essa cartinha, não tanto com a pretensão de que a senhora chegue a recebê-la, mas mais como catarse. Afinal, com os dois ciclistas que morreram eu só posso falar em pensamento. Para os familiares deles, não teria palavras. Mas para as suas declarações, e principalmente para o seu comportamento enquanto elas foram feitas, eu tenho muitos pensamentos, muitas palavras, e nenhum impedimento para externá-los.

Em primeiro lugar, a senhora deixa claro que em sua opinião a bicicleta não é um meio de transporte. Aí vem minha primeira dúvida: se eu vou de casa para o trabalho de bicicleta, como fazem milhares de pessoas por opção ou necessidade no Brasil e outros milhares mundo afora, e ela não é um meio de transporte, o que é então – além é claro de um obstáculo no caminho de motoristas bêbados, sonolentos e apressados? Ou de motivo de ironias, chacotas e piadas em rodinhas de bate-papo de gente inteligente e valente como a senhora, que munida apenas de um Ipod enfrenta engarrafamentos gigantescos?

Enquanto a sua resposta não vem, eu tenho a minha, inspirada nesse mesmo vídeo.

A bicicleta é a muleta do ciclista, que por sua vez é um animal com necessidades especiais de locomoção. Para esse animal, o carro, que seria a opção in, não serve. Ele realmente tem necessidades especias, tipo fazer exercício, sentir o vento no rosto, contribuir com o desenvolvimento urbano sustentável (eu sei, eu sei, isso é uma ameaça séria para os amantes de engarrafamento, mas….), diminuir a conta de combustível (eu sei, eu sei, quem pode comprar um Ipod nem sabe o preço do litro da gasolina, mas….) e outras tolices de eco-chatos e demais formas de existência nocivas ao bem estar do cidadão comum.

Na verdade, se a bicicleta não for isso, seria ótimo que passasse a ser. Porque nesse caso, de cara, duas coisas ótimas iriam acontecer:

1) na qualidade de portadores de necessidades especiais de locomoção, os ciclistas teriam direto à vagas privilegiadas em supermercados, bancos, escolas e nas ruas. E a partir daí a polícia não precisaria mais ser mobilizada para arrombar cadeados de bicicletas presas à postes de luz;

2) na qualidade de animais, os ciclistas passariam a ser protegidos por associações, instituições e similares, e poderiam trafegar pelas ruas sentindo-se assimilados pela comunidade ao invés de expurgados.

Mas, francamente, não tenho muitas ilusões a esse respeito. Como a senhora mesmo diz, “já imaginou hi hi hi um bando de paulistanos ho ho ho indo trabalhar de bicicleta rá rá rá?” É, não dá pra imaginar. Se isso acontecesse, o Brasil – ou São Paulo ao menos – transformar-se-ia subitamente numa Amsterdam, numa Copenhagen ou numa Minneapolis – que como todos sabemos são lugares de péssima qualidade de vida, haja visto a probabilidade cada vez menor de engarrafamentos (onde escutar música então, oh céus??). E quem, em sã consciência, poderia desejar isso?

Alias, “como a senhora mesmo diz” é realmente o grande motivo que me traz ao teclado. Monica Waldvogel, quer eu concorde, goste, acredite ou não, é uma formadora de opinião. E como tal, suas palavras tem um eco que vai além do seu universo particular. O que é dito por formadores de opinião vai adiante, vai fundo, e principalmente hoje em dia, vai rápido. Ergo, pessoas que assistiram ao seu singular e risonho depoimento acerca da total inutilidade da bicicleta como meio de transporte, e por consequência da imbecilidade de quem insiste em utilizá-lo como tal, podem acabar influenciadas por esses conceitos.

E se isso acontecer, a senhora para mim é responsável por delito muito maior do que os atropelamentos acima. A senhora, ao ridicularizar o ciclismo como movimento urbano digno de respeito, atropelou não um, nem dois, mas centenas de milhares de indivíduos que usam a bicicleta por prazer ou necessidade. Sabe por que? Por que estava (até que se prove em contrário) sã! Passava no teste do bafômetro, não parecia sonolenta, e muito menos arrependida do que falou. A senhora atropelou o ciclismo e todos os ciclistas brasileiros olhando para uma câmera de televisão, sabendo que estava sendo filmada, e depois, rindo esganiçada, deu a ré e passou por cima de novo.

O seu trunfo é um só: ao contrário dos motoristas, cujo mal foi feito e não pode mais ser desfeito, a senhora tem como voltar atrás. Não precisa mudar de opinião – não é esse o ponto. A senhora pode, deve, e tem todo o direito de defender-se de engarrafamentos e da chuva dentro de um carro sequinho com som ambiente. Mas reforçar essa verdade e esse direito não implica em fazer daqueles que optam por pedalar em duas rodas a céu aberto – mesmo correndo o risco de tomar chuva (éca!) – motivo de chacota.

Acredito que o mundo seja grande o bastante para que cada um tenha garantido o seu espaço e o respeito às suas preferências. Olhando para a linha do tempo e ao redor do nosso espaço, imagino que os animais com deficiência de locomoção apoiados sobre suas muletas de duas rodas – esses bípedes defeituosos porém teimosos – acabarão transformando seu universo à imagem, por exemplo, da Holanda. Lá serão felizes, indo e vindo sob o sol ou sob a chuva, com seus meios-de-seja-lá-o-que-for. Já os membros da sua seita – seres que precisam apoiar-se em quatro rodas sob pena de morrerem estagnados – os poderosos e indestrutiveis quadrúpedes – serão eternamente felizes em lugares como Bangladesh, Cidade do Cairo ou – para que ir tão longe afinal – a marginal Pinheiros em 2012 num dia de chuva.

Amanhã, apesar do medo, da tristeza e de um certo inconformismo, vou pedalar. Quem sabe quando voltar para casa não encontrarei na caixa de mensagens um outro vídeo seu, que embora não traga de volta os ciclistas mortos terá o poder indescritível de restaurar a dignidade que as suas palavras e atitudes roubaram daqueles que ficaram e dos que ainda virão.

Sem mais,

Maximilian Frederick Leisner
Ciclista amador, pai de família e, por hora, cidadão inconformado

Comments

  1. Antonio Gomes

    A Mônica poderia começar a pedalar, um dos benefícios, ajuda a perder peso.s

    • Gal Melo

      essa mulher é o que h´s de mais retrógrado da TV! Limitada, burra vive não sei que planeta! A Globo já devia t~e-la dispensado há muito tempo.Enjoada!!!!

  2. Uma formadora de opnião! Quem diria! Absurdo seus comentários e muito pior a covardia dos convidados que sequer a interromperam… quanto mais corrigiram essa pessoa de ideias lamentáveis… vai fazer stand up qeu esse tipo de comentário tá dando audiência pacas! #totalfail

  3. Henry

    Uauuuu!!! beira ao absurdo!! Programinha terrível, um monte de gente que não é especializada em nada que fica achando, achando e achando!!! Vixiii, sem comentários!!

  4. Thais

    Cara, que mulher IDIOTA. Tudo que é novo é melhor, então?

  5. AGUINALDO SILVA

    eu só tenho a lamentar, pois fico pensando o que uma pessoa dessa quer da vida, pois deve ser muito pobre de espirito

  6. Pedro Ivo Stern

    Não posso acreditar que esse mulher que se diz jornalista me fala uma coisa assim. Vergonhoso, comentário digno de ser mandada embora.
    A moda então é ficar no trânsito, é carro…
    Aposto que ela não sabe o que é pedalar.
    Resumindo em uma só palavra: I G N O R A N T E !!!!!

    Vamos divulgar isso.

    Abçs a todos que bikers do Mundo.

  7. claudia

    Lamentável!!!! Ridículos, todos! na contramão da história.

  8. monica com toda certeza esta sofrendo algum disturbio mental isso e notorio, uma pessoa publica deveria guardar para si um comentario imfeliz como esse nao respeitando direitos e gosto de uma grande maioria,monica e um ser antisocial e desumana nao tem noçao da realidade brasileira,por que nem todos tem o mesmo padrao de vida que ela e assim mesmo que tenha tambem tem direito a utilizar a bike como meio de trasporte eu na posiçao de condutor respeito muito os ciclistas e na posiçao de cicista nato espero nunca encontrar pessoas com essa mesma opiniao quando estiver pedalando minha bike,por que a mesma seria capaz de passar em cima de mim com as quatro rodas acredito eu que monica nao merece espaço algum em qualquer meio de comunicaçao por estar na contra mao da realidade brasileira e mundial que e proteger o planeta.

  9. Ricardo Yamas

    Ela deve ser uma das clientes milionárias daquela mulher do salão de beleza de moema:
    http://www.youtube.com/watch?v=kIWjAkI3-EI
    Entristecedor saber que pessoas com muita influencia na formação de opinião pensam desta maneira…
    A imagem que tenho dela agora é uma daquelas dondocas de SUV acelerando como loucas no meio do trânsito.

    Que deus proteja os ciclistas que cruzarem o caminho dela.
    amém

  10. É uma pena que ainda existem pessoas com pensamentos tão medíocres, mas um dia elas evoluem, estamos aqui pra isso!!

  11. roberto deschamps

    Vem ca não é essa Monica que ja disseram que era melhor ela ficar calada.
    é a típica pessoa que ganha um pouco de grana e se acha.
    coitada.

  12. *****Há noooojenta!!!!!*****

  13. Fabiano Nunes deOliveira

    Boa noite!!!!

    E melhor pedalar e ter milhares de parceiros, do que falar um monte de besteira destas sobre Biker ( só porque tem uma mereca na C/C pensa que sabe de muito) QUERO APENAS DAR OS PARABENS A ESSE AMIGO DELA .

  14. Fabiano Nunes de Oliveira

    Ah e outra cala a boca sua NOJENTA

  15. Ida Fonseca

    Que mulher tola!

  16. ciclista no Brasil, apesar dos dementes do trânsito.

    Absurdo, então, ninguém no Brasil precisa ir trabalhar de bicicleta, sem outra opção, e quem não gosta de acompanhar o rebanho, um carrinho atrás do outro, respirando poluição, impropérios dos estressados, nos engarrafamentos que eles mesmos causam, devemos ter muito cuidado aos assistir a certos programas ditos jornalísticos, e o pessoal que estava assistindo, ninguém se manifestou se acovardaram, ela precisa mesmo pedalar prá perder peso, e ganhar massa encefálica.

  17. Leandro

    VÃO PRA PUTA QUE PARIU VOCES TODOS. ACHO QUE TEM QUE HAVER MAIS RESPEITO COM OS CICLISTAS DO BRASIL….PESSOAS SEM CONDIÇÕES DE OUTROS MEIOS DE TRANSPORTE E QUE NECESSITAM DA BIKE PARA LOCOMOÇÃO O BRASIL TÁ CHEIO!!! LAMENTÁVEL ESSE COMENTÁRIO…..

    • Adara

      PEDALA TENEBROSA, QUEM SABE VC EMAGRECE O ARROMBADA

  18. jose benoni

    isso é uma estupida , vagabunda , vai pedalar pra emagrecer gorda. ta sem assunto para de apresentar sem creatividade , vai debochar da puta que pariu.

    • Ana

      Opa Jose Bonani!! Não precisamos disso.. não precisamos utlizar esses “termos” para revindicar nossa causa.. Deixe a ignorância só pra ela msm!! Abraço!!! ;)

  19. Edio Martins

    Não passa de uma pessoa mal informada e ignorante

    • Adara

      LAMENTÁVÉL

  20. BERNARDO

    Pessoal,

    A Monica e frigida…e gorda. E o programa e chatíssimo feito por pseudo intelectuais….

  21. Beto Liber

    Formadora de opinião com tamanha ferramenta em suas mãos, poderia acrescentar mais a pouca cultura brasileira, esse é um grande exemplo do porquê do nosso avanço na contra mão do respeito e da cultura!!! Que vergonha alheia!!!

  22. uma grande idiota e uma cabeça eu repudio essa moça

    • marilza/BH

      Já era uma chata, fútil e arrogante (aliás nesse programa só tem pobreza de ideia), agora se tornou também uma sonsa egoísta. Ela é a própria Globo, e bem enlatada.

      • Raquel Monica Gonçalves

        exatamente, Marilza!
        é a própria GLOBO! por isso que nem ligo nesse canal!

  23. claudio

    Que programinha com assuntos inuteis e convidados sem o menor senso. GNT, TO FORA

  24. Gisele Gasparotto

    Eu não sei porque as pessoas ficam discutindo se a bicicleta é um meio de transporte, ou não. Este tema não é passível de discussão, pois é um fato e, contra fatos não há argumentos. Discutir sobre estr meio de transporte é cômodo, seguro, sustentável, são boas discussões.

    Não precisamos que as pessoas nos aceitem como meio de transporte, apenas nos respeitem. Isso já seria um ganho tremendo.

  25. Mandou muito bem Max… quando te encontrar pela estrada e vc não passar “voando” por mim quero te dar um abraço e cumprimentar por texto tão DIRETO/OBJETIVO e OPORTUNO!!!
    Forte abraço e seguimos na LUTA por RESPEITO/EDUCAÇÃO/ORIENTAÇÃO!!!
    Nescau

  26. Excelentíssima Sra. Monica Cúmulo da Estupidez e Ignorância Waldwogel,
    As pessoas não estão falando apenas de bicicleta como um meio de transporte. Estamos falando da bicicleta inserida num contexto de mobilidade sustentável. Estamos falando de saúde e medicina preventiva. Estamos falando de diminuição do super aquecimento global. Estamos falando de inclusão social. Estamos falando não de alternativa, mas de solução no trânsito. Estamos falando de menos mortes, menos inválidos. Estamos falando de preservação da vida. Estamos falando de um planeta melhor. Será tão difícil de entender prezada energúmena??? Na verdade pra você seria impossível. Pior pra quem ainda te mantêm neste circo.

  27. Mari

    A futilidade predomina nesse mundo .. por isso tdo mundo querendo matar tdo mundo pra ter mais e mais poder aquisitivo. Essas pessoas Oh my! se se comportam assim em frente as cameras se não se sentem envergonhadas de serem assim .. fico imaginando .. sobre o q conversam e como se comportam na intimidade de suas mansões?! LAMENTAVEL .. onde estão os valores meu Deus?!

  28. É de dar pena. Ela ri ao mesmo tempo em que tenta criar argumentos inexistentes para corroborar o que está falando. Não tem senso de ridículo e mostrou que não entende de geografia e história afinal a bicicleta é um instrumento antigo de locomoção e extremamente útil em várias partes do mundo como citado na resposta.

    O exemplo da chuva é abominável, pois ela pensa que chove em SP todo dia. Só mostra a futilidade de determinados seres humanos de mente supostamente progressista atrelada a ideias obsoletas, covardes e de despeito a outro ser humano.

    Ela já não servia de exemplo para mim no meio jornalístico, agora faço questão de mudar de canal toda vez que aparecer na TV.

  29. VCS NAO TEM O Q FAZER,BANDO DE TONTO,PENSA Q ISSO E REPORTAGEM,SE EU FOSSE VCS TIRAM VERGONHA NA CARA

  30. Flávio

    Errada, ela, em soltar esta gafe e errados, os outros, em rirem e concordarem com a opinião da jornalista.

  31. Felipe

    Eu já achei a Mônica mais inteligente.

    Atitude dela foi da de pessoas deslocadas que tentam falar algo engraçadinho pra enturmar..

  32. Douglas Brandão

    Não só ela, mas todos que estão na roda são ridículos!!!!!
    Quanto absurdo!!!!!

  33. tereza

    Isto não é um programa, mas sim uma reunião dos seguidores da seita “Mulheres Rykas”, apresentado no canal concorrente…certo Monica Val Marchiori!!!!…vc. devia andar de bike tb., visto que já nasceu com um capacete de ciclista na cabeça, já reparou como ficam os seus cortes de cabelo?…hello, acorda Monica Val !!!!

  34. Joka

    Puts !!! a Soninha quando trombar essa doida, vai dale logo um rapa….kkkkkk Essa GNT tinha que filtrar essas merdas…afff

    • Adara

      GALINHA VÉIA

  35. clecio

    na verdade ele foi burra porque bike é sim um meio de trasporte só que não é para ela que é sedentária…kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  36. nilo

    O q + c podia esperar da midia burguesa, q defende o interesse do capital.

  37. Alex

    Impressionante!

  38. felipe ayres

    Crime de opinião?
    Deixa a Monica ter a dela.

    • Alberto Songuini

      Exatamente o que penso.

  39. Rodrigo

    tl,dr

  40. Tiago

    Mas que mulher idiota… E isso ai ainda é pessoa pública. Faça-me o favor, vai para o Big Brother vai…

  41. carlos

    BEM FEITA DE CORPO COMO ELA É , NÃO PRECISA MESMO DE BICICLETA, KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • Alberto Songuini

      Que comentário pobre!

  42. Nadir

    Mas será q ninguem percebeu q ela estava ou é uma pessoa totalmente desequilibrada, vendo a maneira em q ela sorria, falava e gesticulava,ela e nem seus convidados devem ser levados a sério. um verdadeiro constrangimento!!!!!!!!!!!!!

  43. Luiz Fernando

    E eu q a adimirava, como mulher e como profissional… Mas não passa d + uma pretensiosa e lamentavelmente ignorante e insensível. Assim como a produção q nada falou contra no ouvido dela, lamentável….

  44. Se não tiver assunto relevante para discutir, poderiam em respeito ao telespectador estudar um pouco mais sobre os assuntos do programa antes de falar tanta bobagem.

  45. Ingrid

    Ela estava completamente BÊBADA!!! É visível…estava muito ridícula. A maneira de gesticular é de uma bêbada. Pena que ela é ou era, mulher e profissional de exemplo…pena…muito pena…É só mostrar o que é fora do trabalho…

  46. Que programa ruim, pelo amor de Deus!!!! rsrs Um bate papo de gente que não sabe de nada!!! Eu tenho mais o que fazer, meu tempo é curto, preciso investi-lo em coisas que tragam mais retorno à mim. Quanto às declarações da Mônica, é a cara do pensamento do brasileiro. Uma imbecil que acha que não devemos investir em meios de transporte saudáveis, baratos e que ajudam no problema dos engarrafamentos da cidade. Triste.

  47. Alberto Songuini

    Essa é a opinião desta jornalista. Eu não concordo, mas ela tem TODO o direito de dizer o que pensa. Parem de crucificar quem pensa diferente de vocês! Isso é ridículo!!!!!! Discordo dela, mas cada qual tem sua forma de ver as coisas, ora bolas!

  48. E eu q a adimirava, como mulher e como profissional… Mas não passa d + uma pretensiosa e lamentavelmente ignorante e insensível. Assim como a produção q nada falou contra no ouvido dela, lamentável…. talvez seja pela inveja ,de nunca ter experimentado ,uma vida mais saudavel é que esta infeliz, não saiba respeitar os gostos dos outros, é uma pessoa pobre de espirito,e acima de tudo egoista

  49. Solange Iung

    Simplesmente lamentável tamanha ignorância…..

  50. Roberto carlos Ventura

    Ela é muito fraca .

  51. Bikers

    Me deu pena desta pessoa (Monica Waldvogel) pelo seu ignorante e infeliz comentario,
    me faz pensar em que formação uma pessoa desta tem ou mesmo como um cidadão aberto em cinal de informacão seja pela internet ou qualquer outro meio de comunicacão, que pessoa prefrere um engarafamento no centro de São Paulo que nao passa de 20 (km/h) onde qualquer pedestre consegue chegar primeiro ha>
    a sim um meio de transporte saudavel e sustentável (bike) onde nao se ve um bêbado matando ou mesmo um inrresponsável fazendo um pega a mais de 200km/h, sim sim aquem nao goste msm mas nao ao ponto de dar uma opnião medíocre destas.

  52. Helder Zucatelli

    Além de estupida, essa tal de Mônica tava bem loca…vcs não veem q tah todo mundo doidão no programa??? Nem carece dar tanto ibope pra um comentário de uma pessoa dessas…Ela foi totalmente infeliz no seu comentário, e Mônica, para com esse cigarrinho do capeta…

  53. michelle

    sua idiota,vai procurar o que fazer em vez de criticar as bicicletas,atras dessas tem muitos ciclistas que amam seu esporte,voçe deveri aser prosseçada por isso………

  54. Roberto

    Que lixo !

  55. L.Guilherme de vasconcellos

    No meu trabalho da Ilha do Governador, só vou de bicicleta ,não só porque chego muito mais rápido, mas também”porque para mudar essa este sistema temos que dar o exemplo aos nossos alunos “Professora” Monica… é realmente desestimulante agente pedala pedala e parece não sair do lugar, felizmente só parece.

  56. No meu trabalho na Ilha do Governador só vou de bicicleta, não só porque chego mais rápido,masporque devemos dar o exemplo para os nossos alunos.’Professora” Monica, é realmente desanimador, agente pedala e pedala e parece não sair do lugar, felizmente só parece.

  57. Felipe

    Pior seria se proibissem as plásticas e os botox. Tem gente que não conseguiria ficar sem.

  58. Dinan Rogerio

    PUTA MONTE DE MERDA DITO POR UM BANDO DE IDIOTAS E AINDA POR CIMA DEBOCHA DOS QUE UTILIZAM TAL MEIO DE TRANSPORTE PARA O SUSTENTO DA FAMILIA . VAI A MERDA apresentadora DE MEIA PATACA.

  59. Luiz Reis

    ÉÉÉÉÉ CRACK !! sÓ pode

  60. Totalmente despreparada pro assunto, infeliz demais nas colocações, sem graça e de mau gosto. O assunto poderia ser muito melhor conduzido, o tema merecia comentários mais oportunos, gente do meio e levantar a bandeira…nota zero!

  61. Marcelo

    Deveria se limitar a noticiar textos preparados pelo editorial.

  62. cebike

    e ai galera da bike ~~~~nao fiquem com raiva e sim com pena pois monica nao pedala por que e`totalmente desiquilibrada nao tem equilibrio nem em cima da bike kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk nao sei por que mas me veio este trocadilho ha ha ha

  63. Marcos Silva

    Não vi nada de mais no que ela falou sobre os ciclistas. Acho que vocês estão procurando cabelo em ovo!

  64. Nicolau

    A judia Waldvogel é uma Idiota de Analfabeta metida a “jornalista”!Essa Mônica Waldvogel é a tipica “cultura” judaica!

  65. Ricardo Corrêa

    São 4 palhaços rindo de temas como: vegetarianismo, sustentabilidade e cicloativismo. Sem noção, sem cérebro, sem respeito, sem nada. Nota ZERO.

  66. Marcia

    Respeitem a opinião dela. Qualquer um pode pensar o que quiser, é um direito.

    • Raquel Monica Gonçalves

      ai, Marcia, leia a carta aberta de Maximillian de novo, vai!
      já pensou que mundo lindo seria se todos expressassem sua opinião debochando da opinião alheia?????
      “hahaha” seu ridículo vc acredita em deus? que idiota!! “hahaha” ele gosta de cachorro, que nojo! esses bichos só servem pra sujar a rua!…”ai, olha aquela velhinha atravessando a rua! que estorvo! atrapalha todo mundo! velho tem que ficar em asilo!”… e assim por diante…
      pare 2 minutos e pense nisto, Marcia…pois é…seria o fim do mundo!

  67. Quem quiser criticar o GNT e a apresentadora, pode acessar a página do fale conosco do GNT (http://gnt.globo.com/index.fale_shtml.shtml).

    Eu postei o seguinte comentário lá:

    Assunto: Postura lamentável da apresentadora Monica Waldvogel sobre bicicleta.

    Mensagem: Talvez vocês devam acessar essa página http://www.webbikers.com.br/blog/?p=1562 para rever o vídeo e ler o texto, pois gerou e está gerando muita insatisfação por parte de pessoas, que assim como eu, se utilizam da bicicleta para vários fins, inclusive como meio de transporte.

    • RESPOSTA DO GNT:

      Olá, Denilson,
      Recebemos a sua crítica e ela já está com a equipe responsável pelo programa.
      Agradecemos o seu contato.

      Um abraço,
      Equipe GNT

      Os dados da mensagem original seguem abaixo

      Assunto: Postura lamentável da apresentadora Monica Waldvogel sobre bicicleta.
      Mensagem: Talvez vocês devam acessar essa página http://www.webbikers.com.br/blog/?p=1562 para rever o vídeo e ler o texto, pois gerou e está gerando muita insatisfação por parte de pessoas, que assim como eu, se utilizam da bicicleta para vários fins, inclusive como meio de transporte.

  68. Ícaro

    Absurdo esse comentário infeliz da apresentadora.

    Dá pra ver claramente que são estes tipos de motoristas que não respeitam nem as ciclovias nem os ciclistas. Não dão passagem e nem olham ao lado pra ver se vai passar uma bicicleta. Atropelam mesmo!
    Bicicleta é um meio de transporte sim !!
    Acho que essa mulher nunca foi a Holanda ou nunca ouviu falar na china, com suas milhões de bicicletas utilizadas como meio de transporte publico. Seria fabuloso se o Brasil investisse mais em ciclovias e em educação no transito para pessoas que pensam como ogros dentro de seus tanques de guerra.

  69. Miguel Cavallaro

    Monica seu papel é informar, falar, só que agora voce perdeu uma oportunidade preciosa de ficar calada. Você vai ouvir isso por muito tempo.
    Brincadeira infeliz.

  70. Elizabeth Rodrigues

    lixo que nao dá nem pra reciclar

  71. juliana

    É impressionante a ignorância de vocês! Gente alienada, que se acha super consciente. A carta parece ter sido escrita por um retardado. Imagino que vocês gritam Vivam a bicicleta do alto do equipamento pago em dólares, com 1001 marchas. Comprem uma barra circular e vejam como é que gente pobre sofre para chegar no trabalho por falta de opção de transporte digno. Dá vergonha de ser brasileira quando leio coisas como essa carta. Ainda bem que vocês são uma minoria!

  72. Miguel Cavallaro Nt

    Imagine que incoerência, ela perdeu uma oportunidade de ficar calada. Espera tanto para falar.
    Vai ter que pedalar muito para conquistar nova confiança, pedalar sem fim.

Submit a Comment

*